Youtube | Dublado x Legendado

,
As Branquelas (2004)
Para assistir o vídeo no nosso canal antes, clique aqui
Um dos maiores debates da história da internet junto com Toddy x Nescau e Feijão por cima ou por baixo do arroz, é essa grande batalha que divide o Brasil entre quem é too cool para ver filme dublado e quem não tem coordenação para ver filme legendado. Parece mais fácil cravar o que é melhor nessa situação, por se ter dados para colocar na balança e não se tratar apenas de opinião própria. Sabendo que em torno de 60% da população brasileira ainda prefere filme dublado, você pode associar isso ao fato da baixa proficiência em inglês da população, mas a população americana por exemplo, também tem esse mecanismo de defesa (dublagem) em relação a filmes estrangeiros, tanto que investe bastante em remakes de clássicos de fora como o sul-coreano Oldboy (2013), dirigido pelo Spike Lee na versão americana. Mas em defesa dos que preferem dublado, se o foco for no visual e na atenção aos detalhes, eles tão mais que certos em preferir essa opção, pois de fato se perde muita atenção ao tentar fazer as ações de ler e visualizar a cena ao mesmo tempo. Temos também a reclamação de que a legenda é mal escrita, e não passa o sentido real da fala, mas isso é uma questão que pode ser contestada pelo fato de que por muitas vezes a dublagem pode acabar suavizando a linguagem da conversação tendo um resultado parecido com o da legenda mal traduzida.​

Hércules (1997)
Mas os argumentos de quem está do lado do legendado também não ficam pra trás, muito do áudio original pode ser perdido nas inserções de dublagem, prejudicando todo um trabalho de edição e mixagem já feito. Temos também péssimas ideias, como invenções de palavras como a clássica tira, para substituir cop e caber na sincronia já que policial é muito extenso, substituições de locais e pessoas para o contexto brasileiro, como um filme que se passa na Califórnia e é dublado como se se passasse no Rio por exemplo, ou uma referência a um esportista como Michael Jordan, virasse uma referência a Pelé, apesar de todos ainda preferirmos assistir ao filme do Pelé, temos que admitir que mesmo o Brasil sendo referência nesse quesito, esse tipo de coisa pode estragar a experiência de quem realmente espera fidelidade na dublagem.

Sangue Negro (2007)
Eu, particularmente, me apego muito ao dublado pela memória afetiva que tive assistindo filmes como Hércules (1997), series animadas como Dragon Ball Z (1996–2003) e comédias como As Branquelas (2004) e Todo Mundo em Pânico (2000), mas de fato, o filme em sua versão original te dá um algo a mais, uma nova camada de informações, principalmente em filmes mais densos em que a atuação, caracterização e a linguagem importam tanto, vide Sangue Negro (2007) do Paul Thomas Anderson, onde Daniel Day-Lewis nos brinda com uma atuação maravilhosa, que pode ser perdida simplesmente pelo dublador não ter tido a imersão e vivencia necessária para conseguir tal feito.

Se você estava procurando uma resposta definitiva, ENCONTROU! A resposta é o que melhor servir o seu propósito, se você consegue imergir, se emocionar, e ter uma melhor experiência vendo dublado ou legendado, essa é a forma correta de apreciar seu filme favorito. Mande seu filme favorito dublado e legendado nos comentários e segue gabarito das outras questões: 1- Toddy 2- Feijão por baixo. Ah, e não esquece de assistir o nosso vídeo! 
Youtube | Dublado x Legendado Youtube | Dublado x Legendado Reviewed by Bhárbara Andrade on junho 07, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Veja também

Tecnologia do Blogger.